Sobre a EFD InductionCarreirasSitemapPrint page • Choose language:

Aquecimento por indução na indústria automotiva

A EFD Induction é vista há anos como uma grande prestadora de soluções de aquecimento por indução a fabricantes de automóveis na América do Norte e Europa. Nós também trabalhamos com diversos fornecedores e terceirizados de primeiro nível.  

O aquecimento por indução é utilizado em diversos campos dentro da indústria automotiva, como: 
  • Ligação por indução de peças e ímãs em motores elétricos
  • Brasagem por indução das conexões de sistemas de ar condicionado, lonas de freio e tubos de injeção em tanques de combustíveis 
  • Têmpera e revenimento por indução de partes do motor, da suspensão e da transmissão
  • Pré-aquecimento por indução das peças de transmissão, como a montagem por interferência de rodas dentadas
  • Pós-aquecimento por indução de peças do motor e discos de freio (polimerização)
  • Desempenamento por indução de chassis de aço
 

 

Spajanie indukcyjne

A ligação por indução é o método preferido pela indústria automotiva

Dentro da indústria automotiva, o aquecimento por indução é o principal método de cozimento ou pré-cozimento de adesivos e selantes para componentes de vedação para portas, capôs e porta-malas. O aquecimento por indução também é utilizado para unir peças como para-lamas e espelhos retrovisores.   


Todo novo modelo de automóvel apresenta um aumento no número de juntas soldadas, o que faz da indução um fator ainda mais importante na manutenção da qualidade e dos índices de produção. Além disso, estão sendo introduzidos cada vez mais materiais modernos que precisam de ligação. Com isso, é útil observar que o aquecimento por indução pode ser utilizado para cozer adesivos em ligas compósitos-metal e fibra de carbono-fibra de carbono.   


A EFD Induction colabora constantemente com os fabricantes de automóveis e fornecedores de adesivos e selantes para encontrar novas maneiras de desenvolver o processo de ligação por indução. O laboratório da EFD Induction em Detroit é a força motriz nesta colaboração. Único laboratório de ligação na indústria da indução, o centro oferece excelentes simulações de aplicações reais. 

Brasagem por indução na indústria automotiva

A EFD Induction possui um longo histórico na prestação de soluções de brasagem por indução para a indústria automotiva. Aqui vão algumas das áreas nas quais atuamos: 


  • Brasagem por indução de peças de alumínio para sistemas de ar condicionado, como conexões de evaporador e condensador (tubo-tubo, tubo-bloco e tubo-tanque) 
  • Brasagem por indução de componentes de aço e cobre, como lonas de freio e dutos de injeção de combustível 
  • Brasagem por indução de anéis de curto-circuito para motores elétricos. 


 O aquecimento por indução permite a repetição rápida e precisa do ciclo de aquecimento desejado para que a temperatura possa ser corrigida. E o aquecimento em si é fácil de controlar — não existe chama aberta ou a necessidade de material isolante para proteger os componentes vizinhos. Isso, é claro, resulta em maior qualidade e tempo de funcionamento, sem falar nos inúmeros casos em que a indução reduz significativamente os resíduos da brasagem.  

Têmpera por indução na indústria automotiva

Poucas indústrias têm se beneficiado tanto com a tecnologia da têmpera por indução quanto o setor automotivo. E poucas empresas chegam perto de ter toda a nossa experiência nesta área chave — isso se alguma realmente chega perto.   


Trabalhando de perto com muitos dos maiores fabricantes de automóveis e fornecedores de peças automotivas em todo o mundo, a EFD Induction já instalou mais de 2.000 soluções de indução nas seguintes áreas: 


  • Têmpera por indução de peças de motores como válvulas, virabrequins, eixo cames, bielas e anéis de partida. Têmpera por indução de peças de transmissão como “CV joints”, tulipas e semieixos. 
  • Têmpera por indução de peças de suspensão como hastes de amortecedor, molas e braços de suspensão. 
  • Têmpera por indução de peças para caixas de câmbio manual e automático como anéis, eixos seletores e engrenagens. 
  • Têmpera por indução de molas de embreagem e pastilhas de freio 


A EFD Induction está na linha de frente do desenvolvimento de conversores de frequência avançados e oferecemos também conversores que funcionam simultaneamente em altas e baixas frequências também conhecido como Conceito Multifrequência (do inglês Multi Frequency Concept, ou MFC), ideal para o endurecimento do contorno de rodas dentadas e outras geometrias complexas.

Pré-aquecimento por indução na indústria automotiva

O pré-aquecimento por indução é ideal para reduzir o risco de rachadura e endurecimento de estruturas. Isso se deve ao fato de que a indução gera calor sobre o material em si, fazendo com que a temperatura no entorno seja inferior àquela gerada no material. O aquecimento também é controlado com mais precisão do que as chamas a gás. Isso possibilita a redução da diferença de temperatura na área da soldagem, atingindo assim uma menor taxa de resfriamento — particularmente importante na soldagem a laser, caso em que o aquecimento é direcionado a um único ponto de soldagem.   


Adicionalmente, o pré-aquecimento e a soldagem podem acontecer paralelamente à soldagem a laser auxiliada pela indução. É possível acelerar a produção sem comprometer a qualidade.   


Outra área de pré-aquecimento em que a EFD Induction atua é a montagem por interferência de rodas dentadas. Aqui, as vantagens do aquecimento por indução ficam claras novamente — devido ao aquecimento rápido, preciso e controlável; e ao fato dos equipamentos de indução serem facilmente adaptados à linha de produção existente.

Pós-aquecimento por indução na indústria automotiva

Tradicionalmente, a indústria automotiva sempre esteve um passo à frente nos esforços de redução de custos juntamente com o aumento do nível de qualidade. Com isso, não é surpresa que os fabricantes de automóveis e seus fornecedores tenham adotado com tanto ímpeto a tecnologia de indução.   


Na EFD Induction, instalamos ao longo dos anos inúmeras soluções de pós-aquecimento para a indústria de automóveis. Alguns exemplos de pós-aquecimento envolvem virabrequins, eixo de cames, juntas VC, anéis de partida e engrenagens do eixo de cames. Trabalhamos também com o pós-aquecimento por indução na polimerização de discos de freio (processos GEOMET® e DACROMET®). 

Desempenamento por indução na indústria automotiva

Nossas soluções de desempenamento por indução na indústria automotiva estão focadas na fabricação e reparo de caminhões. O sistema portátil Minac é especialmente adequado ao segundo caso, já que oferece acesso fácil a peças normalmente de difícil acesso, permitindo um aquecimento rápido e concentrado de perfis danificados e longarinas do chassi.   


Em vários aspectos chave, o desempenamento por indução feito com os equipamentos EFD Induction é superior ao dos tradicionais métodos por chama a gás: 

  • O aquecimento por indução é preciso, sendo que apenas a peça em que se está trabalhando é aquecida
  • Resultados de aquecimento rápidos e precisos a níveis elevados de encolhimento 
  • A indução minimiza o risco de dano por aquecimento a elementos próximos, como cabos, mangueiras, metais, etc. 
  • A indução é segura, controlável, fácil de utilizar e ecologicamente correta. 

Têmpera por indução na indústria automotiva

Por anos, a têmpera por indução tem sido um tabu entre usuários em potencial. Mas o desenvolvimento tecnológico liderado pela EFD Induction — e sua validação no uso diário pela indústria automotiva — acabou fazendo da têmpera por indução um procedimento indispensável para uma vasta gama de componentes.   


Existe uma extensa lista de peças que podem ser tratadas com a têmpera por indução. Aqui vão alguns exemplos: eixos de cames, virabrequins, eixo motor, barras de torção, engates, balancins, britadeiras, correntes, braços de suspensão, embreagens, discos do freio, volantes, VC joints, tulipas, amortecedores, anéis internos e externos, barras de controle, válvulas e eixos de saída.   


Rápida, precisa e flexível, a têmpera por indução substitui os enormes e dispendiosos fornos utilizados por décadas em oficinas de tratamento térmico. Testes de fadiga confirmaram os resultados de qualidade oferecidos por nossas soluções de indução.

HardLine

Sistemas industriais de tratamento térmico


HardLine é a nossa linha de sistemas fixos de tratamento térmico para endurecimento interno e de superfície. No coração de cada máquina da linha HardLine está um gerador de aquecimento EFD Induction Sinac, o conversor de frequência por indução mais avançado do mercado. Esses renomados conversores ajudam a garantir excelentes resultados de endurecimento — todos os dias, ano após ano.   


A família HardLine conta com máquinas verticais, horizontais, excêntricas e personalizadas — bem como fontes de energia por indução compensadas em conexão serial e/ou paralela com uma ampla gama de potências e frequências de saída. 


Sinac

Geradores universais de aquecimento


A escolha da linha Sinac garante à sua empresa os sistemas de aquecimento por indução mais avançados e confiáveis do mercado, mas vai além. Você passa a ter acesso à rede mundial EFD Induction de serviços, treinamento e peças de reposição. Essa rede — formada por fábricas, centros de serviço e representantes locais — faz com que você nunca esteja longe de ajuda e suporte qualificados.     


Ao optar pela linha Sinac, você garante também que seja oferecida a melhor solução possível de acordo com as suas necessidades e condições. Antes de projetar o seu sistema, nossos engenheiros, metalúrgicos e especialistas de material avaliam todas as suas solicitações. Simulações computadorizadas e testes são conduzidos em nossos laboratórios para garantir que a sua empresa receba equipamentos otimizados para as suas aplicações e que possam ser facilmente integrados às linhas de produção e processos existentes. 

Minac

Geradores portáteis de aquecimento

A linha completa Minac de sistemas portáteis de indução é ainda mais fácil de utilizar que sua antecessora.

    

O sistema vem pronto para o uso e, após a entrega, será necessário apenas:1) conectar um indutor, 2) conectar a tensão de alimentação, 3) conectar a água de resfriamento. 


Em modelos com sistemas fechados de resfriamento, apenas a tensão de alimentação precisa ser conectada.   Uma vez instalado, o painel de controle do Minac oferece vários idiomas e menu que garantem máxima facilidade de utilização. Além disso, essa interface simplificada de controle pelo usuário é universal em todos os equipamentos Minac.   

Muitos modelos Minac são disponibilizados em versões “Twin” (duplas), oferecendo duas potências de saída independentes. Essas versões contam com painéis de controle divididos no display — um para cada potência de saída.   

Operar o Minac é muito simples. Os transformadores portáteis (HHT) possuem botão liga/desliga e controles precisos de potência. Na prática, os HHT são tão fáceis de operar quanto uma furadeira elétrica. Os cabos flexíveis, resfriados a água, conectam o HHT ao conversor permitindo fácil acesso às peças.